sexta-feira, 3 de janeiro de 2014

FECHAMENTO CONCEITUAL

Para o ano de 2014 eu queria escrever alguns temas sobre a mulher, mas resolvi fazer um fechamento conceitual do blog - Adu Verbis - e deixar que a ideia em escrever sobre a mulher possa amadurecer em silêncio, enquanto isso, vou acabar de revisar alguns textos, que há anos que eu tento dá uma visão final a esses textos. Quanto ao tema sobre a mulher, eu não acho que seja um tema complicado, mesmo com toda a complexidade que veste o que chamamos de mulher. A minha dúvida é, se sigo uma linha schopenhaueriana(“O que faz as mulheres particularmente aptas para cuidar de nós e nos educar na primeira infância, é que elas mesmas continuam sendo infantis, fúteis e limitadas de inteligência.“), ou na linha Gloria Steinem (“A verdade te libertará. Mas primeiro, ela vai te enfurecer.”). Espero não perder o interesse pelo tema e possa falar sobre a mulher sem cair num machismo volitivo nem mesmo num femichismo volitivo. Nietzsche denominou Arthur Schopenhauer como o maior educador do ocidente, acima de Sócrates, isso, porque Schopenhauer ensina sobre a prisão que vivemos, e cabe a cada um encontrar a sua liberdade volitiva. Bom 2014 e escute a Banda Free  - Tons of Sobs,  com suas toneladas de soluços.


Nenhum comentário: